Andrea de Barros

Archive for abril \30\UTC 2010|Monthly archive page

Por que é mais fácil defender uma tese que receber o visto russo?

In Antes da Viagem on abril 30, 2010 at 12:05 am

Contrariando o título do post anterior, eu não estava a seis dias do embarque como pensava. Pra ser mais exata, eu não faço mais idéia de quando embarco, tive que cancelar a reserva graças à secular burocracia russa. Apesar de ter sido informada, pelo próprio consulado russo em São Paulo, de que não precisaria apresentar a carta-convite original para obter o visto, que apenas a cópia enviada por e-mail ou até mesmo um fax seria suficiente, tive a surpresa de ouvir que o visto só seria liberado com o original, pouco importando se eu perdesse o voo ou a bolsa por causa disso.

Mais um detalhe irritante: apesar de o site do consulado informar que “Em caso do visto de múltiplas entradas que dá direito de permanência na Rússia para o prazo superior de (sic) 90 dias, será necessário apresentar o atestado negativo de exame HIV para todos os solicitantes, inclusive crianças”, também serei obrigada a apresentar o atestado negativo de HIV, sendo que meu visto não é de múltiplas entradas, nem para permanência superior a 90 dias, justamente porque o consulado de São Paulo NÃO FORNECE O VISTO DE MÚLTIPLAS ENTRADAS PARA ESTUDANTES!!

Outro detalhezinho fofo: o horário de atendimento ao público no consulado é das 9h às 13h, às segundas, quartas e sextas (mas dependendo da parte do site que você consulta, os horários podem ser diferentes). Não importa se você chegou às 9 horas, ficou esperando até as 13h, porque a pessoa na sua frente era um despachante, com um bolo de 50 pedidos de vistos, ou porque o único atendente interrompe o trabalho pra fumar de 10 em 10 minutos: às 13 horas ele vai fechar o guichê na sua cara, sem um sequer исвините, tendo você 30 anos ou 80.

Burocracia, em qualquer lugar do planeta, é uma das formas mais intitucionalizadas de tirania.

Seis dias para o embarque

In Antes da Viagem on abril 24, 2010 at 8:16 pm

No meu último sábado em casa, antes partir pra Moscou, ainda faltam vários detalhes pra tudo ficar pronto. Meu visto de estudante, fundamental para a implementação da bolsa, ainda não ficou pronto, já que depende da liberação da carta-convite da Universidade Estatal de Moscou, o que deve acontecer nessa segunda-feira (dedinhos cruzados!). Para entrar na Rússia, mesmo como turista, é preciso apresentar essa carta-convite para receber o visto.

Também faltam comprar as últimas coisinhas, fazer umas contas, arrumar as malas, fazer mais contas, tomar vacina contra a h1n1, refazer todas as contas e tentar não pensar na saudade, que entra sem carta-convite.